Sei que toda a generalização é burra em sua essência. Refaço. Todo o meu mundo odeia o Melo. As ruas, os animais, as pessoas, os postes, as casas, os prédios, automóveis, vegetação, o subsolo de Porto Alegre, o Sarandi, o Centro Histórico, […]

Olhar pluvioso

“Nós vamos prosseguir, companheiro, medo não há / No rumo certo da estrada unidos vamos crescer e andar”. Não é possível falar n’outra coisa. Não há tema que se imponha com maior urgência. Nenhuma demanda, no momento, está acima da […]

Pinga fogo

  – Seu nome? – Valdisney. – Humm, gozado… – Mamãe era tarada por desenho animado. – Entendo. Sua profissão? – Professor de língua portuguesa. – Que máximo! Sintaxe em casa. – Agradeço. Fiquei todo prosa porvir aqui. – Como […]

Zagueira

  Daí ele disse pra ela assim: “tá, vou tentar te explicar de outro jeito. Na zaga não pode deixar passar nada, é uma posição de defesa, joga na retaguarda, tem que chegar sempre firme, sacou?, sem dar muito espaço, […]

(Assim, edição, com “sc”). Não sei se alguém já iniciou uma crônica com parênteses. Se não, agradeço a oportunidade de fazê-lo. Diferente do que – aposto -, pensaram os mais empolgadinhos, com esta crônica – posso provar -, vim tratar […]

Paraíso

No meu o dia é sempre nublado, mantém-se uma brisa teimosa que eriça os pelos, mas não faz frio, descai a noite de mansinho, quase não se percebe o horizonte estendido no chão, quando se vê, o céu já desdobrou […]

Carla Fatal

Trabalhava no departamento financeiro de uma renomada banca. Não a do bicho. Essa era outra, advocatícia. Um prédio imponente, redondo e todo espelhado bem próximo do museu Iberê Camargo, às margens do Guaíba. A decoração de dar inveja em qualquer […]

Retorno

“Bom dia amigos, bom dia inimigos, amai-vos e odiai-me”. Se for para o bem de todas e todos, e para a felicidade geral da nação, diga ao povo que volto. Leitor angustiado pergunta se não escrevo mais crônicas neste sítio, […]

A fonética do Koo

  Tem gente que saiu da quinta série já faz bastante tempo, mas a quinta série jamais sairá dessas pessoas. Daí que qualquer peido serve para gracejos, aforismos e trocadilhos em um nível ensino fundamental de piadas. Agora, por exemplo, […]

O causo aconteceu em algum novembro. E a Dona Eva me contou bem assim… “Se imaginasse a falta que me faria agora, jamais teria plantado aquela semente fálica. Sempre tive a mão boa, é verdade, mas não depositava muita esperança […]

Desencantos

Os encantos, comigo, acontecem na realidade como nos contos de fadas, assim, meio do nada. É na poção do último gole da saideira, aquele martelinho de pinga em copo de boteco, sim, os copos em certos botecos são encantados, tem […]

23

Não sei vocês, mas eu já tô só pelo ano que vem. Esse 22 já era, deu o que podia e tirou o que conseguiu. Chega, né? Já vai tarde. Eita aninho sofrido! Os roteiristas se puxaram. Não faltou nada. […]

O dia 2 de outubro é mundialmente desconhecido como sendo a data do meu aniversário. No domingo próximo, a efeméride (adorooo!) vai calhar com o pleito presidencial. Quero de presente um futuro novo. Um novo presidente. Se possível, no primeiro […]

É notório que as coisas andam insatisfeitas, sobrecarregadas, custosas dos seus ofícios cotidianos. As coisas mesmo. Percebam. Talvez toda a nossa ladainha, as lamúrias desses tempos parcos e bicudos, insatisfações, nossos lamentos do dia a dia tenham se incorporado aos […]

É fogo

Olhando assim, distanciado mais de trinta anos, a cena parece um filme em VHS.  Verão alto e seco. Vila Elisabeth.  Sarandirú profundo.  Eu menino de pé no chão. Início dos anos mil novecentos e noventa (agora se escreve assim). A […]

Eu passarinho

Dia desses perguntaram ao cansado cronista aqui: se fosse um bicho, qual gostaria de ser? Nem titubeei (usa-se ainda titubear?). Respondi: passarinho, ora! Mas não de gaiola, que das grades não sou afeito, nem me apraz uma dieta a base […]

  Domingo, 24 de julho – celebrando o dia da Mulher Negra e latinoamericana, o projeto Erguendo a Voz, do Coletivo de Escritores Negros, do qual muito me orgulha fazer parte, foi recebido pelo Coletivo Autônomo Morro da Cruz para […]

Podia falar das eleições presidenciais em outubro (bem no dia do meu aniversário), da Copa do Mundo de Futebol no Qatar, ou, sobre a novela Pantanal, falar do Colorado que parece que tá pegado preço, do real preço das coisas […]

Cardioinsistente

“Meu coração não se cansa De ter esperança De um dia ser tudo o que quer”   Uma goteira. Uma goteira chorosa bem no ventrículo esquerdo. A válvula mitral com rachaduras visíveis. O sangue oxigenado escapa em qualquer frestinha e […]

 Pane seca

“De mim, a quem desconheço totalmente, falo de cadeira”. Antônio Maria Vibro aqui dentro e sinto que todos os meus sistemas são nervosos enquanto escrevo mais uma crônica melancólica e confessional. Permita que derrame assim minhas dúvidas e cretinices cotidianas […]

Picareta

Picareta, picareta, picareta… Pensa num cara picareta. Óbvio, não me refiro aqui a ferramenta: instrumento que consiste em uma peça de ferro com duas pontas aguçadas, que se prende a um cabo geralmente de madeira e serve para escavar a […]

te atira

Olha, vou te dizer, não tem coisa mais RÍ-DÍcula do que a tentativa de esconder o que já está nítido pra todo mundo. O disfarce é muito pior. A coisa que se pretende ocultar fica ainda mais evidente. Escapar a […]

Invulgar

Aqui um mentiroso profissional e fiel quebrador de promessas. Mas dessa vez – Ah! Dessa vez… -, serei sincero, prometo. Acontece que não adiantou fechar os olhos, ou escutar Nei Lisboa, me fixar em alguma cena através da janela do […]

888

Era só uma caminhada pra aliviar a válvula da panela de pressão que virou a minha cabeça nesses tempos de mil graus. Mas vai combinar isso com os meus pensamentos, quando começam a apitar e a fumaça já escapa pelos […]

Teto de lança

Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn, Ihnnn… Centro/bairro, embarquei na terceira parada da Farrapos e o zunido já estava preenchendo todo o coletivo e escapava pelas janelas […]

Título

Não sei se já disse isso aqui, mas não custa lembrar. Já tentei ganhar a vida como jogador de futebol. Sim, no país onde todo o menino sonha em ser um famoso jogador de futebol, cheio de títulos, eu também […]

Algo estranho

Assim, uso o apelido íntimo em função da nossa proximidade, a convivência frequente, nossos segredos tantos, as preferências compartilhadas, tudo isso. Daí a liberdade na forma de tratamento. Na verdade, na verdade, hoje, sabes mais de mim do que eu […]

Dia de princeso

Maltrapilho, um par de olheiras enormes e salientes, a barba de dias por fazer, botina furada no bico e solado aberto. Esfrega o chão com um pano encardido. Recolhe restos de bebida e limpa os cinzeiros como ninguém, daí o […]

Fofo

Fico *&#@ da cara quando adjetivam algo que fiz como: fofo. O mesmo se me chamam de: Ti. Coisa-mais-irritante. Primeiro que fofo não fede nem cheira. Quer dizer o quê, exatamente? É bom? É bonito? Diz isso logo então, caramba, […]

Segue anexo

Não sei se vocês sabem, xófens, mas antes dos Bips, dos torpedos de SMS e do ICQ, antes mesmo do Orkut e do Messenger nós já nos comunicávamos com desconhecidos à distância de forma eficaz, privada e segura. Tá, não […]

Redução de culpa

É verdade que ando sensível ultimamente, não posso negar. Isso que ainda nem estamos na época mais afeita aos sentimentalismos. Já, uma criança cantando Let it Go num bunker, um idoso que sangra desnorteado, ou a mãezinha que amamenta sobre […]

“Retalhos de seu fim ” – Banido di Pau Lá Ansiei seu tombo / o ano inteiro Portestei com bandeira e pin. Gastou tudo em heresia Era só o que ele queria E ele apoiou / até o Putim   […]

Aproveito este espaço e seus hoje, sei lá, três leitores (beijo, mãe) e me solidarizo com o professor Luiz Maurício Azevedo, um dos nossos maiores críticos literários, o maior, com certeza, quando a pauta é literatura negra, que foi hostilizado […]

V.V.V

Amanhã ou depois, sempre quis iniciar uma crônica com essa expressão, pois repito, amanhã ou depois vão dizer que não a viram passar, mas aposto que são todos expectadores da V.V.V – Vida Voando ao Vivo.  Há quem apenas acompanhe […]

Em 2019, escrevi um texto para a revista RUBEM contando as intenções da Luiza, aquela filha do meio que eu mais amo, de ser “cirurgiona”, e sobre como ela já havia iniciado sua preparação fazendo intervenções cirúrgicas nas borrachas dos […]

Dial

NO VERÃO, sempre que possível, uma das minhas atividades favoritas é caminhar, depois da chuva da tarde, entre as ruas semialagadas do nosso litoral norte. É quando, vinda de todo o estado, a fauna inteira está reunida em casa: pai, […]

Maitóca

Não. Isso não é uma publicação repetida. Tenho sim ainda outra filha, a Maitê, essa que alcança agora, terça-feira, o ápice dos seus oito anos. E, claro, virou pretexto de paicorujacronista. Desejado esse aniversário. Intensos oito anos da Maitê. Pra […]

Colheres

Já tive colheres de todas as cores Diversidades, de muitos sabores Com umas até resto seco provei Pra outras aveias e copo de leite Já tive colheres tipo longa vida Tipo abocanhada, do tipo lambida Cravada no dente, madeira e […]

Sonho de Natal

Querido Papai Noel, Sei que falta ainda um mês para o Natal, mas sabe como andam a coisas, pensei adiantar o serviço por aqui, pra facilitar, sabe. Bom, não posso dizer que me comportei, comportei… e a sinceridade deve ser […]

Sonho de Natal

Querido Papai Noel, sei que falta ainda um mês para o Natal, mas sabe como andam a coisas, pensei adiantar o serviço por aqui, pra facilitar, sabe. Bom, não posso dizer que me comportei, comportei… e a sinceridade deve ser […]

Quem estará nas trincheiras ao teu lado? ‐ E isso importa? ‐ Mais do que a própria guerra. Ernest Hemingway Até que enfim! Depois do alistamento voluntário, fui convocado. Convocado para o Exercício. O Exercício das Forças Amadas do Livro […]

Senhores, excrementíssimos: apenas paguem as bolsas PIBID e RP.   É muito simbólico o atraso no pagamento das bolsas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) e Residência Pedagógica (RP), muito perigoso e cruel. O PIBID não […]

Voltar

Incrível como as viagens mais marcantes são sempre de retorno. Na “Odisseia”, por exemplo, Homero narra a jornada épica da volta de Odisseu a sua terra natal: Ítaca. Em “Ulisses”, outro clássico, Joyce também nos conta sobre um regresso. Voltar […]

as máscaras invadiram a nossa praia. Estão nas areias, nos banheiros, no meio fio e nos terrenos baldios. São vistas também presas ao queixo, nas mãos ou penduradas em uma das orelhas. As máscaras, no litoral, são as novas baganas […]

E agora, José?

Print

(Vander L-ee) Pode stalkearMe mandar bloquearPode dar “print”Me pedir um pixQue eu faço… Pode me clonarPrá me golpearPrá me iludirMe mandar pastarQue eu pasto… Pode pedir senhaDespertar a sanhaChama no directChama bem na mãnhaQue eu passo… Pode me deixarSem televisãoSem […]

Folia diária

É madrugada ainda enquanto a bicha do 520 serpenteia entre os vãos do terminal Triângulo. Tivesse um guizo na cauda e faria, ao fundo, uma bela paisagem sonora. Passos curtinhos, apertados, marcam a cadência até o embarque definitivo da comissão […]

Última mente

Bom, primeiramente, perdoe esta aparência de quem caiu de um caminhão de mudanças. Mas é que eu caí, mesmo, de um caminhão de mudanças, e não consegui ainda me situar muito bem. Por isso, pergunto: o mbl é um movimento […]

Classe Cordial

“… é por isso que eu preciso que vocês se levantem que abram os olhos e façam alguma coisa!”. Espetáculo sublime, profundo e sensível! O vídeoteatro, protagonizado pela inquieta Deborah Finocchiaro, dirigido por Jardel Rocha e com dramaturgia de Thiago […]

Quem conta?

Foram os últimos a escrever mil novecentos… nos cadernos de aula. Sabem o que é um bodoque. Conheceram televisão com tubo de imagem. Usaram ficha telefônica em orelhão e ouviram disco de vinil. Tomaram Biotônico para abrir o apetite e […]

Listas …

Para os adoradores de listas, listei mais uma. 8 dúvidas para chamar de nossas: 1 – O que será do amante à moda antiga, aquele que ainda manda sms? 2 – Por onde anda o Lobão? 3- Quem cai primeiro, […]

Geni e o Zepelim

EX

QUANDO ele VIRAR EX,a Ema a gemer de gozo, desencava o pescoço pra rir do bozo.E vai ter festa de índio, de negro, de gay e da sensatez.QUANDO ele VIRAR EX. QUANDO ele VIRAR EX,o imediato alívio do Planeta.Vai chover […]

Quiçá

Quiçá (adoro, quiçá), em algum momento de 2022… Na fila do ônibus: – Oie! – Oi… – Desculpa, mas, tu não é aquela moça do Diretão dez prás sete da máscara tigresa com bigodinho? No caixa do banco: – Não […]

E agora, José?

Dia de São Pega

Escrevo enquanto o sol ainda espia das bordas do horizonte, aos poucos, bruxuleiam luzes a salpicar janelas entreabertas, o sono urbano desfaz suas amarras, os primeiros carros, vultos pedestres, um cachorro enrodilhado aos pés do banco da praça, todinha esbranquiçada, […]

Ei, mãe, gentil

Ei, mãe, não sou bolsomínion Não é justo que também queira trair meu destino Você não fez a sua parte e votou no imundo Que agora acha que é dono, mãe E com seus danos quer matar você Proteção do […]

Coisa nossa

Está ali, escondida, os olhos arregalados, agachada atrás das recordações mais cabeludas, entre uma lembrança infantil e um compromisso de trabalho. Desperta antes e toma as iniciativas, decide por nós, mas não se revela. Ali, bem ali, crava bandeira no […]

Vida imensa

Não sei vocês, mas, eu, sou contra isso de morrer. Não tenho estômago, sabe. Não me apetece. Se os meus planos derem certo, ainda nessa vida, fico vivo pra sempre. Fora o ritual de sepultamento que acho cafona e antiquado. […]

País em subdesenvolvimento busca servidor público para cargo de chefia de Estado com, no mínimo, oito anos de experiência de sucesso comprovada. O candidato deve ser brasileiro, nordestino, ter anquiloglossia, mais de setenta e cinco anos, e não pode ultrapassar […]

Cloroconha

A névoa branca que sai de trás do bambuzal anuncia: habemus pipe. Reclassificada pela ONU ao patamar que inclui substâncias menos perigosas para o organismo, como a morfina e torcer pelo colorado, com menor potencial danoso e particularmente menos suscetível […]

Desfaço fretes

Até o seu Carlos, do caminhãozinho, foi afetado por raios de ultraviolência. Pessoa que tratava até das pombas de rua, deu pra chutar gato na calçada, não cumprimenta ninguém, passa o dia maldizendo tudo, agredindo os outros de graça. Grita […]

Tantos ricos, oh quanta alergia Mais de mil palhaços sem noção Coisa-ruim está clamando pelo amor da Cloroquina No meio da Aglomeração Foi bom te ver, sensatez Tá fazendo um ano Foi no carnaval do terror Eu sou aquele doutor […]

Cara esquisito

Saca só Que mano é esse, esquisito Parece até que vai rosnar Tá sempre a cata de um conflito Não pensa na situação Não se importa com ninguém Private e aglomeração Primordial é se dar bem Tem tudo sempre ao […]

O menino da oi

É um sobrado com placa de vende-se que está em reformas faz bastante tempo, muro de grades altas, pátio na frente, cachorros, um sótão com sacadinha, floreira e tudo. E não importa quantas vezes passo na frente da casa, nem […]

Não lembro bem em que esquina virtual nossos códigos se cruzaram, ou, exatamente o momento em que o algoritmo costurou as nossas time lines. Amigos e amigas em comum nos levam a outras amizades, incomuns, e estas nos levam a […]

horas de voo livro

Prefiro de manhã bem cedinho. O sol, depois de varrer a minha mesa de trabalho, atravessa a persiana que vira uma imensa peneira a salpicar um universo infinito, só meu. Escrevo porque não sei. Os dias nublados também me favorecem, […]

Um ano para esquecermos ou para ser lembrado? Fomos individualistas por estratégia de vida, nos isolamos para preservar o outro, afastamos os nossos afetos por inteligência, nos mantivemos mascarados, assépticos e distantes a maior parte do tempo. E vencemos. Estamos […]

As máscaras invadiram a nossa praia. Estão nas areias, nos banheiros, no meio fio e nos terrenos baldios. São vistas também presas ao queixo, nas mãos ou penduradas em uma das orelhas. As máscaras, no litoral, são as novas baganas […]

Maitê

A natureza, com a ajuda da mãe, desenhou, na sua perfeição costumeira, essa menina aí da foto. Tão delicada e sagaz, vivíssima, cheirosa e radiante. Já veio com essa voz rouquinha que tudo consegue desse pobre paizinho aqui, minúsculo frente […]

Leitura labial

– Olha, vamos ter que iniciar a partida, sinto muito. – Mas estamos só em três, mais o goleiro… – E onde estão os outros? – Jogando outras partidas, entram só nos acréscimos. – Lamento, temos que iniciar, são as […]

Nossa tribo

Uma das vantagens de ter três filhas, aqui só uma, pois são inúmeras, mas assim, com idades bem espaçadas, vinte e um, doze e sete, é que as demandas, os universos e a programação precisa ser diferente, abrangente e criativa. […]

Foi-se o esTRUMPício! Vade retro! Deita o cabelo! Vaza! Rala Peito! Afina! Te larga! Passa daqui! Get out! Go away! Beat it! Bugger Off!    A cena foi muito parecida com as comemorações da vitória dos aliados contra o nazismo […]

Paraíso particular

Se você está lendo isto é porque de alguma forma sobreviveu até aqui a este “ano que jamais começou”. E, por isso, pela sua saúde, dou graças. Também porque perder leitores em uma época dessas, assim, tão delicada, pode ser […]

Na marca da cal

Nos acréscimos … Quando o árbitro marca pênalti o capitão já sabe exatamente o que vai fazer. Casa lotada. Quarenta e seis do segundo tempo. O empate até o momento dá o campeonato ao adversário. Reclamações, xingamentos e confusão na […]

Aviso aos meus dois leitores: Hoje a crônica será falada, crônica resenha, ao vivo, 17h, via google meet. Projeto do incansável professor Gilmar de Azevedo, o I Circuito de Letras Uergs – Debates sobre a literatura latinoamericana apresenta a obra […]

Como acontece todos os anos, este ambiente cronístico cede espaço para que seus três (e)leitores possam observar melhor as propostas dos candidatos.   Paulinho do desmanche Se as coisa não tá como tu quer, os politico são tudo uns caquedo, […]

Listas IV

Presentes para o dia da criança – livro + presença – brinquedo + brincador – fantasia nova + personagem coadjuvante – saco de doces + comer antes da refeição – jogo de tabuleiro + oponente desafiador – um cachorrinho/gatinho + […]

Bilontra

Deve ter, sei lá, uns três, quatro metros da cabeça, larga e chata, até a ponta do rabo, fino e comprido. Uma pelagem grossa e acinzentada, exceto nas patas – nuas. O fuço proeminente de onde espetam os fios do […]

Alô… Oi, quem fala? Alô… Alô, pois não, deseja falar com quem? Oi, alô… Oi, tá me ouvindo? Alô… tu…tu…tu…tu… … Alô… Sim, quem está falando? Bo-bom dia! Bom dia. Tu-tudo bem, po-por aí? Sim, tudo bem, mas quem está […]

Fantasy

O secretário especial adjunto de Previdência e Trabalho, o Mickey da Previdência, está elaborando junto ao seu núcleo de personagens, digo, de assessores, um novo desenho para os trabalhadores ativos e aposentados do país. Após o curta animado em que […]

Mariana Ianelli Para Tiago Maria, pai de três maravilhosas meninas   Uma menina chamada Teresa, aos quatro anos de idade, teve um sonho. Ela se lembraria desse sonho muitos anos mais tarde. Que tinha saído para passear sozinha no jardim […]

Abaixo, algumas profissões adaptadas ao novo normal. Confiram: – Catador de lixo virtual; – Guri de recado on line; – Live sitter; – Guardador de lugar na fila do Auxílio Emergencial; -Assepsista de ambientes; – Personal Stylist de máscaras protetoras; […]

Emoji de coração

  Mamãe / eu fiz o texto do ano E até mesmo o Cânone / parece que aprovou Mamãe/ eu sigo na minha de culto Veja só o Mia Couto/ disse que o texto é show   Só falta/ que […]

Minicolo

Seu Alberi faz hoje 67 anos e um ciclone explosivo acaba de levar pelos ares todas as palavras bonitas que eu tinha empilhado para entregá-lo por aqui. Ouço-o dizer/gritar: travou essa pilha, Tiago? Si… Sim, claro, pai… Mas o que […]

MANstruado

  Quando certa manhã George Silva acordou de sonhos intranquilos, encontrou-se em sua cama lambuzado num corrimento fisiológico de sangue e tecido mucoso. Caso raro de descamação das paredes testiculares quando não há cópula fecunda. Essa anomalia rara faz parte […]

BOZO

            Taólquei Precisa dizer da propina Da Tubaína Da Cloriquina Da Cocaína   Taólquei Precisa atender a ABIN Bozo Bozo Eu sei é o seu fim Bozo (Bozo) Bozo (Bozo) Eu sei é o seu […]

O (novo) mundo

         Paródia de “O mundo”, Eduardo Galeano   Uma mulher da aldeia de Nagué, no litoral norte gaúcho, perto da praia da Solidão, conseguiu subir aos céus. Quando voltou, após alguns pormenores, contou. Disse que tinha contemplado, […]

    Horrível. Assustador. Deprimente. Vergonhoso. O subsolo do fundo do poço. Fim da várzea. E por aí vai… Intervalo no vestiário do falecido Cidinho, campo do Continente, coração do Sarandirú, perdendo de dois a zero, havia equilíbrio e trato. […]

Presságio

Então, ao nos lançarmos à rua, todo o santo dia será dia santo. Quando a largueza enfim abrir suas asas, nos abraçamos imenso. Daí que depois do depois do isolamento, a queda de todas as máscaras. E foram calçadas pra […]

Madú

“Enquanto isso, na sala do sopro da vida. Papo de Anjo…” … – Não se esqueça dos lábios, têm que ser um bocão, assim, bem desenhadinha e carnuda. – Sim, sim, já fiz o preenchimento e os retoques nos cantinhos, […]

a.C. / d.C.

  Voltarmos ao que éramos antes do Covid é tudo o que não precisamos. Vivermos como vivíamos na pré-pandemia é o caminho sem volta que não devemos seguir. Incêndios criminosos, exploração do trabalho, racismo estrutural, misoginia, falta de empatia, menosprezo […]

Sustento

  E agora como é que eu desvio de todo a armadilha da vida, se a cada almoço de domingo eu me sentia maior.   E agora me diz como eu não desisto de todo esse engodo da vida, se […]

Diárido

  Um dia – como esses – saudade é torniquete Um dia – contudo – saudade vai virar meme Um dia – sem pressa – essa saudade míngua Um dia – ali logo ali – saudade tonteia e desmaia Um […]

A [casa] isolada

  Era uma casa, assepsiada Não tinha tétano, não tinha asma Ninguém saía da reclusão Porque na casa há compaixão Ninguém tossia, nada sucede Porque da casa não se escafede Ninguém podia ter um piti! Porque histérico não tinha ali […]

CANCELADOS

Estávamos sentados aqui, jogando uno, a saudade dos meus amigos e eu, quando me dei conta que, de fato, para suportarmos a quarentena com o mínimo de dignidade, alguns fenômenos desagradáveis deveriam ser CANCELADOS. Segue a minha lista: *** – […]

em memória de Leonel Antônio de Souza Sobrinho,   Eu nunca sonho. Ou quase nunca lembro o meu sonho. Mas ontem sonhei com meu avô materno. Acho que nunca abracei meu avô… No justo tempo em que convivemos, quando os […]

Corônica viva

    De onde escrevo este pandesejo, cercado dos meus privilégios, faço um apelo em nome dos mais vulneráveis. Lave as suas mãos e os seus preconceitos. Aqui, no isolamento do meu teclado higienizado, prescrevo empatia e solicitude, álcool gel, […]

Alheio

  Em frente à porta espelhada, um careca musculoso de uns dois metros de altura, regata e calçãozinho, exibe, para si mesmo, o resultado da maromba matinal. Ergue os braços forçando os bíceps, simula trocar uma lâmpada invisível, vira-se de […]

Revista RUBEM. rubem.wordpress.com

Bizarrice

Recupero-me de uma gastroenterite que me deixou meio acinzentado e com uns seis quilos a menos. Depois de três dias de cama e algumas horas de soro na veia, consigo retomar à rotina. Um gato. Um gato preto. Um gato […]

Big Sister Brasil

Se tem uma coisa que o BBB escancara nesta edição é o quão tóxico pode ser o machista. No Twitter, a mais veloz das ferramentas de linchamento virtual, estão chamando a disputa entre os dois emparedados desta noite de Cherno […]

Rês leituras

    Não faça amor faça guerra. Antes Darth do que Luke. Rachado não é roubado. Quem com Freire fere, confere, será ferrado. Diga com quem laranjas e eu te direi Queiroz. A laranja não cai longe do pai. Quem […]

Surdismundo

    A gente ouve tanta bobagem no dia a dia que só vendo. Ou, melhor, só não escutando, mesmo. Porque não é possível desescutar, né? É igual a desver, não dá. Desler, não tem como. Tinham que criar um […]

Era uma vez… Três fininhos que viviam só na brisa, apertados na casa da mamãe. Um belo dia, lá pelas quatro e vinte, resolveram ascender na vida. Decidiram tragar sozinhos, bolados, cada um na sua seda. Separaram suas morrugas, seus […]

Social ou barbárie

“Um Natal SEM FOME E SEM MISÉRIA! Hoje os meios de comunicação divulgam que essa época de final de ano é uma época de fartura. É uma época de compras. Isso não é a realidade para a maioria do povo […]

  Meu Papai Noel morreu em 2015. Infarto agudo do miocárdio. Era baixinho e gorducho. Tinha a língua presa, um coração de montanha derretida e um abraço avalanche. Uma honestidade irritante, quase um deboche. Apaixonoso. Queridãozão. Exemplíssimo. Cético, agnóstico e […]

O ancião da loja da estáuta recebeu uma medaglia de honra da revolução que os estancieiros perderam, mas que ganharam pensão vitalícia. . O véio sonegador da república foi premiado pelos que desarmaram os negros na Batalha de Porongos. E […]

Bom dia! Desejo que estejam bem e felizes. Deixo vocês com os “Escritos de Marilena Chauí” Bom proveito, “A Servidão voluntária e os tiranos.” “Sempre foi considerada uma expressão muito enigmática, a expressão ‘servidão voluntária’. Por quê? Porque a servidão […]

Ainda sobre cinema

Lista de filmes com novos protagosnistas.   O resto é silêncio. ( porteiro , Vivendas da Barra) A noite dos mortos vivos. ( Renato Gaúcho, imortal tricolor) Esqueceram de mim. (Queiroz, laranjeiro) Um dia a casa cai. ( Bebiano) 9 […]

João sem teto

  Teve jogo no campo do Vai-Quem-Qué e sabe, né, pai, o Russo de quarto zagueiro é um perigo, em vários sentidos, mas eu vi tudo, o pobre do Joãozinho não teve culpa de nada, nada… … O Vai-Quem-Qué é […]

RUBEM 17/10

Vá phoder pra lá!

  “Para o mal phodedor até o saco atrapalha” – Mas vá phoder na Austrália. Bombada de academia, mas não tem as “mãnha” – Vá phoder na Espanha. Não phode pra não gastar o pau – Vá phoder em Portugal. […]

Quando em situação de risco: freia ou acelera? Só você e o goleiro: forte rasteira ou cavadinha? Na boca do caixa: dinheiro ou cartão? Em dia de chuva, você: é de açúcar ou adoçante? E essa fanta: laranja ou uva? […]

Rio pra não chorar

Pedra Àgata: colocada sobre o coração, ela cura indisposições emocionais que impedem a aceitação do amor. Não foi com SURPRESA que recebemos a notícia da morte de outra menina no Rio de Janeiro. Mais um tiro nas costas do nosso […]

DEVASSOS

  Impróprio para menores é o estado das escolas. Pornográfico é o salário (o pior do País) dos nossos professores. Imorais são as transações secretas nos gabinetes dos excelentíssimos senhores. Indecentes os vossos rendimentos, verbas de gabinete, auxílios pra comer […]

T1² [Tiago Maria]

revista RUBEM – 05/09

Ida

Hoje, nem a senhorinha que está sempre na minha frente na fila do terminal de passageiros e que espera chegar à catraca para abrir a bolsa, procurar a carteira, abrir a carteira, procurar o cartão do ônibus, fechar a carteira […]

  O Brasil não é o Brazil. O Brazil vai acabar com o Brasil. O Brasil gostava ser Brazil. O Brazil não tá nem aí para o Brasil. O Brasil verde amarelo azul anil. O Brazil cor de sangue. O […]

Enquanto escrevo

  Enquanto escrevo em algum lugar uma menina carrega tijolos numa olaria   Enquanto escrevo noutro lugar, uma senhora é abandonada   Enquanto escrevo bem nesse agora, uma mãezinha cria sozinha seu primogênito   Enquanto escrevo nalgum canto, um mendigo […]

Remanso

Quando a tua boca quente prega meu lábio inferior e a tua língua viva a minha língua instiga os meus sentidos caducam e Quando as tuas mãos em garras a minha barba eriça e o teu corpo (meu) se derrama […]

No intervalo do almoço, mergulho na rua da praia com meu cilindro de oxigênio invisível às costas. Atravesso a Praça da Alfândega, submerso, encharcado dos sons e dos cheiros peculiares do Centro Histórico. O seu Cinésio, no inconfundível bandock, plugado […]

Dia D

Hoje é dia de cozinhar feijão, dia de levar as crianças na escola, hoje é dia de pagar aquele boleto, de preparar o lanche, hoje é dia de conferir os temas de casa, de passar na feira, dia de faxina […]

Manda quem pode

  Marcaram para o domingo no final da tarde, na praça, em frente à caixa d’água. A notícia bateu asas e chegou até onde não pega a internet. Teve gente que veio do interior, de caravana, só pra ver de […]

11/07 – Revista RUBEM

Relinchos & Pataços

“Trabalhei desde os oito anos de idade plantando milho, colhendo banana, com caixa de banana nas costas com dez anos de idade e estudava. E hoje sou quem sou”. “A virgem que todo o tarado quer”. “O filho começa a […]

Isso ou a quilo

39 quilos é o peso da Angelina Jolie. Que droga, né? No avião presidencial é tudo farinha do mesmo saco. 39k é o número de seguidores do dono da boca. 39 mil gramas de cocada branca é a maior iguaria […]

RUBEM 27/06

São geladas as manhãs de inverno aqui no paralelo trinta. Especialmente na minha Poa, onde as primeiras melenas do sol custam a esquentar os ossos sob a pele que, por sua vez, está sob o pijama de mangas longas, que […]

A mim, nada

  Uma mulher incomoda muita gente. Uma mulher, de cabelo raspado, incomoda, incomoda muito mais. Uma mulher, de cabelo raspado, incomoda muita gente. Uma mulher, de cabelo raspado, independente, incomoda, incomoda, incomoda muito mais. Uma mulher, de cabelo raspado, independente, […]

revista RUBEM.

Código o quê?

  – Q.A.P? – Q.R.V. Prossiga. – Sujeito em atitude suspeita. – Q.S.L. Em deslocamento. – Indivíduo próximo ao Q.T.O usando mochila camuflada, boné e camiseta do CSA de Alagoas, repito, camiseta do CSA de Alagoas. Q.S.L? – Q.R.S. Repassar […]

Natureza Morta

    Seu Tarugo não era, digamos, assim, um cidadão muito polido. Não lhe cabiam muitas frescuras, como ele mesmo garantia. O máximo do desvio de conduta foi uma casca de bergamota no chimarrão e olhe lá. Nem gato nem […]

RUBEM 16/05

Velho pracinha

  Olha, ou a facada na barriga atingiu o tímpano, ou quem está governando o país é a velha surda da praça. Só pode ser. A gente diz: “Educação, saúde e emprego!” Entende-se: prisão em virtude de ser negro. “Queremos […]

O burro motivado

Motivação é um atributo indispensável nesses tempos indóceis que estamos tropeçando, digo, atravessando. Claro, o sujeito motivado consegue atingir melhores resultados, entrega mais e melhor, chega mais longe. Ter um motivo para agir faz toda a diferença. Agora, um burro […]

Crise identitária

  Quem sou eu, quem sou eu? Traço de vergonha alheia aos olhos de um mundo faminto de raiva, quem sou eu, o nariz quebrado, a cara quebrada, o orgulho morto, quem sou eu, quem sou eu? Eu que não […]

Revista RUBEM 18/04

Dois gumes

Espreitam agachadas no escuro. Invisíveis aos olhos comuns. Esbarram nas paredes da alma. Abraçam-nos, onipresentes. Rompem caminhos, alteram planos – apontam trajetos. Interferem na desordem natural das coisas. Arrancam certezas pelas raízes. Disfarçam, entreolham-se e nos atravessam. Medem forças uma […]

cidadão de bem

    “O bicho não era um cão, Não era um gato. Não era um rato. O bicho, meu Deus, era um homem.” Manoel Bandeira   imundo, fedorento, atordoado, mal consegue enfiado no próprio corpo, esfrega o peito em desespero, […]

Revista RUBEM – 04/04

Porto Maria Alegre

Uma dupla efeméride, bem neste mesmo hoje, revira as lembranças e ativa de vez o modo nostalgia no grosseiro rapaz que vos derrama esta prosa sentida, saudosista e pobre, porém, honesta e limpinha. É que minha Poa e minha Maria, […]

#abraçoaarquipelago

  Leitores, escritores, amigos das letras, fabuladores, contadores de histórias, amantes das leituras e do pensamento crítico, adoradores dos saberes, curiosos, inquietos e traças de biblioteca: às armas! Não, armas, não. Refaço: Às almas! Uma única ponte de concreto ameaça […]

Revelação cósmica

Alguns já estão sabendo e fazem questão de calar sobre assunto com tamanha magnitude, de consequências apocalípticas, envolvendo nossa galáxia em toda sua imensidão e complexidade. Trata-se de fenômeno que avança sobre nosso planeta nos próximos dias e de fato […]

07/02 revista RUBEM

Revista RUBEM – 21/02

36h

Matam uma a cada trinta e seis horas. Soco, pontapé e tapa na cara. Uma a cada trinta e seis horas. Bala, faca e paulada. A cada trinta e seis horas. Ateiam fogo, amputam membros, esmagam ossos. Trinta e seis […]

quando penso a morte

penso na dor dos que não morreram   quando penso a morte penso no silêncio das pedras.   quando penso a morte penso nas pessoas que vivem a pensar na morte   quando penso a morte penso numa velha sem […]

Revista RUBEM 07/02

Inescrevível

Eu ia escrever sobre o massacre de Brumadinho. Ia escrever sobre o ministro da deseducação. Escrever sobre os documentos ultrassecretos. Eu ai escrever sobre o Flávio e o Queiroz. Ia escrever sobre a Sabrina Bittencourt. Escrever sobre a Marielle. Eu […]

Revista RUBEM. 24/01

O certo, mesmo, é que temos todos um pouco o quê reclamar sobre o desfecho deste último pleito eleitoral. Cada estado federado elegeu um governante para chamar de seu. Agora, vejam a situação em que nos encontramos, nós gaúchos. Tomou […]

NOTÍCIA BOMBA!

Tá, bomba, não, estalinho… Não é que seja de um todo boa, não é isso, mas tem seu lado aprazível se vista de algum ângulo que, agora, de bate pronto, assim, no momento, não consigo vislumbrar. Não que mereça destaque […]

Revista RUBEM 10/01

Revista RUBEM. 27/12

Revista RUBEM

Virei a madrugada me refestelando ao sabor dos seus desejos e caprichos. Vi que flertava com um e com outro. Não me importo. Bem sei das suas incontáveis juras de amor eterno não correspondido. Enquanto isso, a noite debruçava-se, serena, […]

Revista RUBEM. 01/11

  Escrevo, ainda nos é permitido, nos dias que sucedem as eleições de dezoito. Registro de um momento sem comparação em nossa esgualepada democracia (?), idolatria, hipocrisia, selvageria, pilantraria, agonia, autofagia, ou, seja lá o nome que queiram dar para […]

18/10 Revista RUBEM

Revista RUBEM 03/10

    Interrompemos nossa programação para transcrever o horário eleitoral crônico gratuito, dentro de instantes, voltaremos com a nossa programação (a)normal. Obrigado. De nada. ———————————————————————————————————————————- Na luta corporal pelo direito dos animais humanos, exijo o seu voto em defesa dos […]

– Eu leio textos. – Com que frequência? – Todo o tempo. … Textos que gritam uma determinada mensagem. Texto como um conjunto de enunciados com intenção comunicativa. Textos que podem, inclusive, não necessariamente, serem escritos. Eu leio textos em […]

É f…

Descaso total com a saúde. Emprego que não se conhece mais. A dor e o frio de novo na moda. É fogo! Desvios, propinas e maracutaias. Grampos, malas e delações premiadas. Conchavos, manobras, acordos e aumentos aos homens de toga. […]

Magníficos, aqui mais um aluno desta instituição única, monumental e invisível. Eu vi o brilho nos olhos desta gente que faz da Uergs um exercício diário de cidadania. Em suas mãos, caríssimos doutores, nos quatro anos próximos, estarão muito mais […]

Revista RUBEM 23/08

Escrevo do quarto de um hotel já nem sei direito em qual cidade. Algum lugar entre São Vendelino e Flores da Cunha. Linha 80. Dizia na plaquinha que eu vi lá atrás. … Meus netos vão encher o saco de […]

Te estraño

  Eu ouvi a noite calada entre o matagal enquanto a lua espirrava estrelas na madrugada alta. Senti o frio de todos ventos. E antes de eriçar minha pele, eu gritei teu nome ao campo aberto. E chorei.

Revista RUBEM. 09/08.

desestar

Bem nesta mesma terça-feira de agosto, no horário em que eu costumo chegar em casa, não vou chegar em casa. Não busco as meninas na escola. Não passo no mercadinho nem falo sobre o colorado com o pessoal da portaria. […]

Rvista RUBEM 26/07

Broto

  Era um senhor alto e magro. Andava arqueado. No lugar dos cabelos, brotavam bromélias, copos-de-leite e uma solitária gérbera. A poda era feita no inverno. O menino cheio de minhocas na cabeça, queria saber sobre as flores. Buscava um […]

sgreU

Ingressei na universidade pública este ano, agora, recém vai fechar um semestre. Entrei e entrei entrando: sou um dos representantes da turma de calouros, bolsista de um projeto de pesquisa na área da literatura, voluntário no projeto de biblioterapia, fui […]

Revista RUBEM 11/07/2018

Verso soluço

Sou, mesmo, um prolixo candidato a escritor, um rebelde sem pausa. *** Tudo em mim se manifesta / de forma e maneira exata / com que eu pareça uma besta. *** Ontem, juro, vi um menino colhendo cultura na lata […]

A casa e a causa

  TT, fala com ela, tu bem sabes dos sentimentos deste pobre moço, decerto ela há de te ouvir. Explica pra ela, TT, que não se vive uma vida só para si mesmo. Que é preciso também entender as demandas […]

27/06 Revista RUBEM.

Melhor é tê-los

  Digo que tenho três filhas e os mais novinhos ficam espantados, querem saber como é ter filhos, pretendem que eu resuma assim, num sentimento. Pedem receitas, esperam que eu lhes entregue uma fórmula pronta, um manual. Tão diversas e […]

Insana Insônia

Luz de outono em Porto Alegre. Abro o tripé em terreno plano, bem posicionado. Câmera ajustada. Os primeiros clientes, um casal, nitidamente desacertado, fez questão de uma espontânea. A moça, feia de pai e mãe, sorria de um brinco ao […]

Revista RUBEM 14/06

des CLASSIFICADOS

  Sacoleiras e revendedoras autônomas: Atenção! Carga tombada! Roupa direto fábrica/SC. Aceito tds. bandeiras cartões de crédito, desc. A vista. Fone/whats (95)89876095 Fábio Carrefurto. CONTRATA-SE imediato Dançarina 18+. Casa massagem da familia, alto nível, Capão da Canoa. Inf. Nando. 53. […]

O desfeioso

  Madrugada alta. No despertador do celular, o remix do canto de um galo. Embora abstêmio convicto, acorda com a cara de uma ressaca de vinho, suave, barato e vencido. Nariz achatado, testa enrugada, enormes olhos esbugalhados. O espelho devolve, […]

Enquanto isso…

Fragmentos na fila de um posto qualquer: – Eu vi no Fantástico que não é bem assim. – Mas tão dizendo que se o Temer cair quem assume é o Alexandre Frota. – Também, tem neguinho enchendo cinco litros de […]

Casinha amarela

minha melhor versão, Hoje, ao observar minhas filhas brincando, dei-me conta de que moramos juntos na casa dos nossos pais, os meus maninhos e eu, apenas por uma faísca breve de tempo. Meu irmão e minha irmã são – disparado […]

Revista RUBEM 17/05

(Ins)piração

   Tento escrever, no intervalo entre linguística e introdução à literatura, emocionado de café preto. Acomodo-me nos bancos de onde espiam os pinheiros mais altos do prédio cinco. Um grupo de estudantes das exatas move-se feito uma nuvem gorda a […]

Revista RUBEM 03/05

A casa no papel

  Chega em casa, aos farrapos, após dois humilhantes lotados. Desce direto no mercado. Corre até a escolinha pra buscar o menino. Sobe três lances de escadas com o menino pela mão, mochila nas costas e a sacolada a cortar […]

Pro6

  Aumentou a taxa de energia elétrica. Gasolina a quase cinco reais o litro. Desemprego, violência e restrições. Meu time não vence, não o vi, acho até que nem veio. É ano eleitoral. Tem copa do mundo outra vez. E […]

Revista RUBEM digital. 19/04

Quem me vê sempre letrado, Distante garante que eu não sei votar… Tô me guardando pra quando a eleição chegar Eu tô só vendo, sabendo, Gravando, entendendo e não posso aguentar… Tô me guardando pra quando a eleição chegar Eu […]

Juízo

Meu primeiro instinto, confesso, foi cerceá-la, reprimi-la, abortar. Depois, analisando melhor, o certo, mesmo, seria não tê-la. Agora que veio à luz, deixo que se crie. São essas minhas leituras a mãe de todas elas. Nascem dos livros, não tenho […]

(des)encontro histórico Sabe seu Erico, no sábado passado, visitei a casa onde o senhor nasceu na cidade de Cruz Alta. Visitamos, é verdade, meus colegas e eu, em um seminário de educação, licenciaturas pra ser mais exato. Olho-me agora no […]

Adote um bixo

Perguntaram essa semana a respeito da minha primeira impressão sobre a universidade onde estou cursando letras. Confesso: faltei com a verdade. Não tive coragem de responder aos professores o que realmente sentia. Aqui, pra vocês, assim, entre nós, fico mais […]

Barcarena

  Dê ao seu povo alergia, Barcarena Pois seu povo é inundado por rejeito de bauxita Dê ao seu povo alergia, Barcarena Hey, Barcarena Barcarena tem um namorado que se chama Que se chama sobrenome Alunorte, Jura que é bandeira […]

Serhumaninha canina

” Veio até mim sem dizer palavra. Trouxe consigo esse amor tamanho. Pediu-me um afago e uma vasilha d’água. Observa-me, intensa e tocante. Me antecipa perigos. Lambe as minhas feridas. Morde tudo que cheira. Sorri com o rabo largo. Língua […]

Bissetriz

    Lula lá!  Tá, mas, lá, aonde? Bom, daí já é uma questão de bissetriz. É importante nos posicionarmos. Em outro ponto, uma visão diferente. O conceito é usado na geometria, principalmente na análise de triângulos, cabe aqui feito […]

  caí,         caí, caí na palavra de barrigada o impacto no diafragma me fez expulsar o ar dos pulmões feito um cuspe de vento caí caí do alto das minhas certezas dos meus exageros o palavreado […]

18tão

Quando eu suspeito que alguém não é bem certo das ideias, procuro conhecer os pais da pessoa, os avós. Normalmente confirmo minhas suspeitas.  Se alguém tem dúvidas que este ano vai ser biruta, é só olhar para o pai dele, […]

mini causos

  Aventura Vamos sair enquanto os adultos dormem. Vê se não esquece a corda. Vou levar uma lanterna pra conseguirmos caminhar durante a noite. Se tivermos sorte, vão pensar que estamos fugindo… —————————–“——————————- Milagre O menino, filho de Maria, jamais […]

de mãe

  Essa cor de cuia, esse sorriso facinho ganhei foi de mãe, tia preta, bendita cheia de graça   Essa ironia no meu subtexto essa atenção em tudo que ouço, aprendi foi de mãe dinda de toda a gente   […]

Listas

Cinco coisas que fazem palpitar o coração: 1- O sorriso das minhas mulheres, em dias de máquina do sol funcionando a pleno. 2 – O pranto das minhas mulheres, em dias de chuva gorda. 3 – O livro dos abraços, […]

Meus deveres

  “Só não devo a mim mesmo por falta de crédito pessoal.” Antônio Maria   Ainda não paguei a promessa que minha mãezinha fez praquele anjo safado, o chato dum querubim, se eu encarnasse com saúde. À fada do dente […]

Flor de novembro

Meu segundo amor Para Júlia Acosta Pedroso, minha florzinha, a ti, todas as primaveras.   Sabe, meu segundo amor nasceu bem nesses mesmos vinte e oito de novembro. Pesava quatro quilos e cento e dez gramas. Media cinquenta e um […]

Diz Dilmavez

Poeminha do compra   Todos esses do acordão Atracando sua propina, Eles passarão… Eu Passadina!                               Mario Quitanda (Caderno vão CKH.171a. edição. Brasília:Robbo, 2017. p.171. Protegidos […]

  “Mão na cabeça que vai começaaaar” -Alô, sou eu, e aí, tá vindo? – E aí, Gata, já, já, saindo daqui a uns cinco pra daqui a pouco. – Tá, mas, tu estás onde exatamente? – Gata, confia, talvez […]

  Ontem, na feirinha mais amada da minha Poa, fui atiçado com as palavras da prof. Viviane Herchmann, na sala oeste do Santander Cultural. Todo empipocado, sentei-me na escadaria logo na saída, pra outra vez escrever, no celular mesmo, essa […]

Cento e setenta e um

  Contra números não existem argumentos: Somos mais de duzentos milhões desejando saber. Puséssemos 500.000 pessoas na porta de cada um dos que 342 que não querem investigações = “171”.000.000. 342 – Quatro menos três:1. Quatro mais três: 7. Três […]

Mogadíscio

  Somadas as bestialidades humanas, somadas as crueldades e as aberrações cotidianas, somados os radicalismos e a estupidez diária: Somália. Somando-se os corpos – todos negros-, aos amontoados feridos, somando o terror, a raiva e o extremismo, na soma dos […]

Acordão

  * “Para impedir que os filhos de gente pobre sejam um peso para os seus pais ou o País; e para torná-los úteis ao povo.”. É um fato que sangra aos olhos, melancólica e triste cena que somos obrigados […]

A Rosa de Janaúba

Pensem nas crianças Puras incendiadas Pensem nas meninas Sequelas deformadas Pensem nas mulheres Pasmas transtornadas Pensem nas feridas Como em nossas peles Mas, oh, não esqueçam Da dor da dor de Minas Da dor de Janaúba A dor solidária A […]

Eu Tiagradeço

Queridos amigos, queridíssimas amigas, caríssimos, raríssimos e fiéis leitores, bem nesse mesmo ontem calhou de acontecer os trinta e sete do Pedroso, o bicho de concha que me empresta esse corpinho de marido. Digo isso para justificar essa prosa tosca […]

com fiança

Estava arrebatada. Entregue. Depois de tantos relacionamentos efêmeros chegou pensar que jamais se envolveria profundamente com alguém. Quando se deu por conta, já ascendiam coraçõezinhos dos seus olhos sempre que enxergava seu Gato. Assim mesmo, com G maiúsculo, nome de […]

Everybody´s Typing

  Tudo mundo teclando comigo E eu não entendo uma palavra que escrevem Só as que impressionam meus botões   Pessoas vidradas em suas telas Eu não consigo ver suas faces Somente sombras onde fulgiam feições   Eu estou indo […]

A convite da revista digital Sui generis, nossa #perguntapromaria entrevistou esse mês um íntimo personagem da cultura popular brasileira. Quem não conhece? Você aí que está lendo, conhece o Mário? Seu Mário. Aquele que nunca saiu do armário. Por exigência […]

Passional

Pensava que acontecia é na vida dos outros, nos filmes, novelas das sete. Não comigo. Enfim, agora entendo os poetas. Boêmios e seus cotovelos intumescidos. O que não consigo entender é por que eu, por quê? Interessados não faltariam. Não […]

Ontem A lua nova me sorriu pérola um céu que já quase setembro, recostou-se em rúbeo lençol e cobriu-se em seu manto negro todo furadinho de estrelas  

Bula

  Casamento realmente é uma droga. Calma. Explico. Sabe-se que difere um veneno do remédio apenas a quantidade administrada pelo usuário. Qualquer desequilíbrio nas proporções e o que era pra ser um alívio assume características que podem trazer efeitos colaterais […]

  Confesso que ela veio lenta igual volante trombador, mas chegou. É hora de pendurar minha parceira lilás com travas rosa. Repasso a braçadeira tigresa a quem honrar o posto de capitão. Mas tem que usar bigode! Já não acompanho […]

Minicoito

Abreviação precoce: f-bom p/ vc?

Meu ~ do <3

 “Se eu quiser fumar eu fumo Se eu quiser beber eu bebo” O irmão mais velho do meu pai, um dos meus amados tiozinhos, esse em especial que, pronunciando sua graça ao contrário, também é Maria, passa no momento exato […]

  – Bonjour, comment ça va? – Bonjour, ça va bien! A saudação é de um desses negros maravilhosos responsáveis pela coleta seletiva aqui na minha rua. Uma prova falada de que tudo será possível nesse desafio mágico a que […]

Temer a queda

  Caiu. Caiu. Agora Caiu de vez. Não tem mais volta. Pode puxar os aliados lá da extrema direita ou dá extrema esquerda que não consegue mais disfarçar o buraco enorme que ficou escancarado. Não se esconde algo assim tão […]

Ruína de copas

  Vermelho calcinha, somente nas unhas dos pés. Nas mãos, nude. Aquela cor de pele lambida. Francesinha no dedo médio do pé direito e da mão esquerda. Favorece na Conexão Biotoque Afrodite. Whisky e cigarro, antes e depois. Durante: Halls preto, […]

solo fértil

  Foi numa dessas segundas-feiras que amanhecem te puxando pela mão, sabe? Acordei antes do relógio. O sol virou-se para o outro lado e se enrolou no cobertor mais cinco minutinhos. Aqui, da minha janela favorita, de onde a noite […]

    Francamente senhor despresidente o senhor está é tirando com a cara da gente ainda tentando posar de inocente ora francamente senhor despresidente pensou que iria escapar livremente conspirou e traiu tanta gente e essa gente quando sente o […]

  Não quero escrever hoje sobre a política nem sobre o frio que assolam esses lados do fim do mundo. Nem sobre futebol. Muito menos religião. Não quero escrever da violência nossa de cada dia. Hoje eu não quero escrever […]

Alguém escreveu

    Meu eu literário, literalmente, sofre de escrevizofrenia. Leio coisas minhas que nunca escrevi. Confundo pessoas, nas ruas, com personas dos romances. Tem dias que só me manifesto em prosa poética. Em outros, sou pura resenha. Amigos imaginários, vários. […]

Sony & Sanyo

JájáBuru News. Notícias em queda livre. Confira no JN de hoje. Edição extraordinária, mais ordinária do que extra. Entregaram-se agora a pouco na sede da Polícia Fedeu os dois maiores pop corruptos stars da atualidade. A dupla vinha sendo aguardada […]

  Chegou o dia. Chegou pra mim como um dia chega pra todos. É veraníco. Pessoas se aquecem bergamateando no solzinho de maio. Minha amoreira miniatura sofre as primeiras folhinhas secas. Em dias assim, flecho declarações impulsivas na tela cristalina. […]

Miché

E agora, Miché? A farça acabou A policia gravou O povo ouviu A noite gritou E agora, Miché? E agora, você? Você que é sem nome que zombou dos outros, Vocês que são diversos, que armaram protestos e agora, Miché? […]

Boleiros de Rafel

Lista dos relacionados para a partida: Flauta, Clarinete e Fagote. Caixa Clara (caixinha), Flautim e Oboé. Sax tenor, Sax Soprano e Sopranino. Trompa e Celesta. Trombone, Clarone, Violino e Viola. Tam-Tam, Bumbo e Pratos. O time ensaiou  com Tam-Tam no […]

Quatrolho

  Li na Rubem, numa delícia de crônica, não do Braga, mestre de todos. Nem do Penz, não menos mestre. Na revista digital rubem.wordpress.com  – um texto do Cássio Zanatta, que é também um mestre nessa “arte de viver em […]

…ê

“Ah, que vontade de escrever bobagens bem meigas, bobagens para todo mundo me achar ridículo e talvez alguém pensar que na verdade estou aproveitando uma crônica muito antiga num dia sem assunto, uma crônica de rapaz; e, entretanto, eu hoje […]

    ************************************************************** Dia desses, faxinando no sótão dos meus arquivos mentais, tropeço nessa letrinha da minha primeira infância. Deitava num papelzinho amarelado, bilhete pra minha mãezinha, lá da creche da tia Marta. Nunca entendi bem, mas chamavam as escolinhas […]

Plumitivo

             Seguido meus estimados homens sérios, muito apreensivos, me passam a mão pelo ombro, franzem o cenho e perguntam o que ando fazendo da vida. Respondo em rajadas desse tipo: sabes, ando demasiado plumitivo. Um […]

tem mais coisa lá, no blog do Maria Volta ao Bar, mas essa aconteceu em algum novembro. E Dona Eva me contou bem assim…

               A visão da janela até que não é  das piores. Acendeu um cigarro ainda na cama. Não fosse a cadeira, com a maldita rodinha que emperra nas subidas, iria até o passeio para descobrir, […]

Homem ao mar

“Atenção, senhores passageiros, informamos que, devido às más condições do tempo, o aeroporto encontra-se fechado para pousos e decolagens. Sem previsão de retorno.” – Navegar é preciso. Voar é precário. Concordei sorrindo e achei até espirituoso o comentário do senhor […]

Luta vã

No relógio, cinco e vinte. Água fria no rosto ainda morno. Engole o café antes da batalha. Dois humilhantes pra ir, dois pra voltar. Chega em casa nocauteado. Os braços pesam mais que a consciência. Rosto desfigurado. Pernas adormecidas. Foi […]

Parto (a)normal

Maitê – 21/12/2013   Quando nasce um leitor, Todos os livros batem páginas. Onde nasce um leitor, A luz favorece as serifas.         Como nasce um leitor?         Enrolado no cordel angelical.     […]

*Não posso ser lido

Assim mesmo tu teimas Pousa em mim esses olhos Acabas com minha sina *texto premiado no Desafio Literário, competição de escrita criativa organizada pelo Instituto Estadual do Livro (IEL) durante a 62ª Feira do Livro de Porto Alegre. Tema: poder. […]

Quero falar de maconha Adivinha onde ela anda Deve estar presa no peito Ou na brisa pelo ar No Uruguai aqui do lado Bem mais perto que p(r)ensamos A folha da juventude É o nome certo desse porro Uns já […]

Vi coisas no trânsito, por esses dias, de engasgar a voz do GPS.  Alguns absurdos que seriam dignos de registro para futuros estudos sobre o comportamento humano, veículos automotores, a vaidade e sua relação. Foi quando uma daquelas me estocou […]

Meu gordo amigo

em memória de Régis Valdemar de Lima Hasperoy     Meu gordo amigo me perdoe por favor Se não uso o facetime Mas como agora arrumei meu computador Te deixo ao par na timeline   Aqui na terra nem te […]

“Qual foi o tipo que mais o impressionou?”             Essa é fácil, seu moço. Sem sombra de dúvidas, foi uma doméstica lá pelos anos mil novecentos e oitenta e poucos. Eu nos meus onze ou doze. E como são impressionáveis […]

Entre outras mil

                Foram mais de mil e quinhentos anos de progresso e ordem em plácidas margens. Uma potência, diziam especialistas de mercado. Nosso país-continente, primeiro a abolir a escravatura, o povo saudável e educado, honesto pela própria natureza. Riquezas […]

  Pai Larápio dos três poderes Ano Solar: quinto século da poeira cósmica, véspera de luz inteira. Os quatro cargos do zoodículo:   Câncer (maligno) – mandato garantido de 21/3 a 20/6 Busque harmonizar interesses pessoais com verbas públicas disponíveis. […]

Liberdade vigiada

Foi assim a faísca de tempo em que se sentiu liberto. Único responsável por si só, entregue a toda sorte que lhe reservara o destino, esse impiedoso de pelagem macia e garras afiadas que nos espreita em silêncio. E foi […]

Fase Terminal

  – Mas faz quanto tempo que você aguenta isso, criatura? – Vixx, vai fazer mais de dez anos. Só sobrevivi até agora com esses coquetéis todo santo dia. – E será que não tem jeito, mesmo? – Olha, já tentei de […]

As mulheres assim, de dancing, de cabaré, quando chove, ficam todas muito tristes.                                                                                                                                      (Antônio Maria)              O ambiente esfumaçado e o “DJ” me eram familiares. O globo de luz no centro. A pista […]

           Minha Porto Alegre talvez seja a única cidade que tem cinco estações climáticas no ano. Primavera, verão, outono, veranico de maio e inverno. Lá pelo final de outubro, início de novembro, as condições meteorológicas características […]

Semáforo

iphossa

Ah, fosse eu um desses grandões, atualizados, cheios de truques. Ah, roçar teu lóbulo e sussurrar-te palavras findas. Ah, se me tocasses a ecrã, deslizando suave com a pontinha dos dedos. Ah, repousar quente no bolso de trás das tuas […]

A chuva me irritava. Até que um dia descobri que maria é que chovia. A chuva era maria. E cada pingo de maria ensopava o meu domingo. E meus ossos molhando, me deixava como terra que a chuva lavra e […]

Paraleleminski

Sobrenatureba

                    Baixe aqui seu espírito consumista! Na sobre loja. Aparição, esquina com Avenida Macumba. Garantia de produtos cem por cento sobrenaturais. Agora com estacionamento para entidades. Confira essas e outras premonições: […]

Cão saudoso

          Cachorros deviam durar, sei lá, uns cento e cinquenta anos. Igual tartaruga. Sério, deus ratiou nisso. Imagina deixá-los como herança a um netinho ou um sobrinho querido. Quanta riqueza e lealdade nesse legado. Seriam os […]

Inscreva-se para receber novos textos em sua caixa de entrada, semanalmente.

Não enviamos spam!

Rolar para cima