A casa e a causa

images (4)

 

TT, fala com ela, tu bem sabes dos sentimentos deste pobre moço, decerto ela há de te ouvir. Explica pra ela, TT, que não se vive uma vida só para si mesmo. Que é preciso também entender as demandas alheias. Podia ao menos tentar. Peço aqui em nome da nossa estimada amizade, do alto da imensa admiração que te tenho. Fala com ela, TT?

Diz que essa minha ausência tem prazo. Que é intenso, justo e honrado o propósito que me consome por esses dias e noites. Podes garantir a ela, TT, são dela todos os dias que o tempo tem pra me conceder. Ela não entende, TT, que esse tempo que eu esfarelo agora, com essas minhas convicções, será de enorme importância na construção do homem melhor que eu quero lhe entregar. Explica daquele teu jeitinho.

Olha, TT, não quero parecer grosseiro, tampouco faltar com o respeito contigo, longe de mim, mas, se não falares com ela, rasgo aquele contrato que a gente não tem e corto de vez todo o recurso que eu não te pago para que leias meus textos e os ponhas aprumados. Imploro que não me tenhas raiva, apenas compaixão. Tu entendes, amiga, melhor do que eu, do amor, suas dores e alívios.

Sabes, TT, colocando-me no lugar dela, também me sinto desconfortável. É mesmo péssimo conviver com alguém que não está a conviver, inteiro, conosco. Irrita conversar com uma pessoa afogada no celular. Reuniões domingo à noite. Viagens de última hora. Exijo dela uma paciência que eu talvez não tivesse. Conto contigo, amiga, pra açucarar esse meu egoísmo torpe.

Tenta, TT, sei lá, diz que me viu chorando num bar, não, num bar, não, numa padaria de bairro. Inventa que eu te procurei dia desses e que te pedi essa ajuda. Só não diz que eu te escrevi. Ela não está suportando essas minhas escritas. E com razão. É cada coisa imperdoável que eu ando a escrever. Assim mesmo, não custa tentar, tu és minha última cartada. O próximo passo é a humilhação pública nas redes sociais.  

gostou? compartilhe e curta!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to Top